Admiração por Raquel e Rafael, produtores da Cultura Batuta do Tatuapé

699

EXISTE ARTE E TALENTO EM CADA ESQUINA do nosso bairro. Foi esse olhar que despertou a motivação do casal Raquel Zucchi e Rafael Leitão, criadores da Cultura Batuta do Tatuapé. Uma página no Facebook que busca levar pessoas do bairro e, quem sabe, de toda a cidade a ter contato com a expressão cultural que existe por aqui.

“Quando a gente reúne manifestações culturais, você consegue chamar a vovó, o vovô, o netinho, o vizinho. Mesmo que gostem de coisas diferentes. Essas pessoas são colocadas no mesmo ambiente de convivência. Isso é transformador”, explica Raquel.

 

A cultura une pessoas

Raquel é produtora cultural e começou a voltar seus esforços para o bairro em 2010. Tudo começou com o Festival Bongô da Praça, realizado com amor e empenho dela e de sua amiga Isabella. “Eu falo que o Bongô da Praça é o meu filho mais velho”, conta.

Com ele, formou-se um coletivo, a Associação Cultural do Tatuapé, e a paixão de Raquel encontrou forma. Além de todas as conquistas profissionais, foi no Festival que Raquel e o jornalista Rafael, hoje seu marido, se conheceram e uniram potências.

Com cultura, as pessoas são colocadas no mesmo ambiente de convivência. Isso é transformador.

Raquel Zuchi

Por mais arte, mais perto

Além de toda a busca recente, Raquel e Rafael sentem também uma aproximação pessoal com o bairro, onde ambos nasceram e cresceram. Raquel recorda dos tempos em que seguia sua mãe por toda a cidade em busca de arte, teatro, festivais e as mais diversas expressões culturais.

Porém, sempre era preciso que fossem às zonas mais centrais para encontrar esse contato. Por isso da alegria de fazer algo como um festival em seu bairro. “A minha avó estava no Bongô da Praça, dançando reggae, e a banda era de um menino que foi escoteiro comigo!”, recorda Raquel.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Insira seu nome